Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on google
Share on print

UM DIA…

Cemitério Municipal de Curitiba (2013)

Vou morrer. Disse o rapaz que aparentava ter mais ou menos 44 anos. Num dia como todos os outros. Ouvia-se o barulho dos carros e fazia um dia nublado. Um dia de luto. Não haviam mortos para ir ao velório, mas era um dia tipo de luto.

O que eu faço da vida? … vou morrer daqui alguns meses e faz um dia nublado. Como todos os dias são: nublados e cinzas. Eu não vejo cores, para mim as cores são todas iguais, apenas cada cor tem sua tonalidade e participa da mesma gama do círculo cromático. Apenas 1 cor. Eu sempre me achei cinza; um garoto apagado do bairro. Não chamava atenção de ninguém e não falava com ninguém, porque ninguém falava com ele. Pois é, esse sou eu.

Eu visito o Cemitério Municipal quase uma vez por mês e sempre estou perambulando pela cidade na busca de achar um muro para pintar. São nesses momentos que me sinto vivo e me faz viver. Esses e outros momentos da vida.

Valdecimples

Valdecimples

Compartilha aí hermano =)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

O que achou? Comenta aí =)

Compartilha aí hermano =)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Entre em contato:

  • (41) 8885-0082
  • valdecimples@gmail.com

Redes Sociais:

Envie uma mensagem para mim:

Valdecimples© - Todos os direitos reservados - 2019

Scroll Up